Tanque de Vácuo e Hidrojato - Combinado

Volumes de 1.000 a 20.000 litros

Aplicação do equipamento:

Limpeza de Galerias

Desobstrução e limpeza pesada através de hidrojateamento a alta pressão, combinado com sistema de sucção a vácuo, equipado com bomba de alta pressão, bomba de vácuo, tanque reservatório e carretéis para mangueiras adaptáveis a chassi de caminhão. 

 

1. TANQUE:

Em formato cilíndrico, reforçado em cintas transversais e tampos torisféricos, dividido em três compartimentos sendo:

  • 600 litros para armazenamento de água para selagem da bomba de vácuo;

  • 5.000 litros na parte dianteira, destinado ao armazenamento da água para hidrojateamento;

  • 7.000 litros na parte traseira, destinados a coleta e transporte dos detritos/dejetos;

 

2. ESTRUTURA:

  • Corpo do tanque (anéis), quebra ondas internos e tampos abaulados torisféricos construído em chapa de aço carbono ASTM A-36 com espessura de 3/16”;

  • Cintas transversais na parte externa do tanque, construídas em formato “U” com chapa de aço carbono ASTM A-36;

  • Plataforma para acesso a bocas de visitas, em chapas antiderrapantes;

  • Escada com degraus antiderrapantes;

  • Visores de níveis para os compartimentos de água limpa, localizado na parte frontal do tanque reservatório;

  • Visores de níveis de vidro temperado, instalados na lateral do tanque e tampa traseira, com prático sistema de limpeza;

  • Travamento da tampa de forma manual, com sistema de trava borboleta e vedação em junta perfil oco;

  • Válvula de segurança e alívio na parte superior do compartimento de resíduos, regulada para abertura com pressão positiva de 0,7 kgf/cm².

  • Caixas para ferramentas nas laterais do tanque, instaladas sobre o para lama, com porta e fechaduras, travamento através de chave, vedação com borrachas automotivas e revestimento em tinta.

3. RESERVATÓRIO DE ÁGUA/HIDROJATO

Reservatório de água limpa para o sistema de hidrojateamento dotado de:

  • Boca de visita com tampa;

  • Respiro tipo guarda chuva;

  • Visor de nível;

  • Saída para alimentação da bomba de hidrojato, dimensionado de acordo com a necessidade da bomba.

  • Dreno na parte inferior com válvula para limpeza;

  • Tubo de carga com junta tipo “STORZ” Ø2.1/2, para abastecimento através de hidrante;

4. CAIXA FILTRO DEPURADOR:

Sifão depurador auto-limpante, que descarrega os dejetos no tanque, ao termino da operação:

  • Instalada na parte superior do tanque, saída de ar, interligando a bomba de vácuo, com sistema auto limpante, com duas válvulas de retenção por boia no circuito pneumático, para bloqueio quando o compartimento de detritos atingir o nível cheio, evitando assim contaminação da bomba de vácuo;

  • Dotado de manovacuômetro com diâmetro de 4.1/2”, escala 760mm.Hg / 2 Kgf / cm², com enchimento de glicerina, para controle de pressão de trabalho e vácuo;

 

5. TUBULAÇÃO DE CARGA E DESCARGA / DEJETOS

  • Tubulação de carga instalado na tampa traseira do tanque, com válvula esfera de Ø 4”, permitindo um fecho rápido, e bocal de engate para encaixe da mangueira;

  • Tubulação de descarga instalada na parte inferior da tampa traseira, com válvula esfera de fecho rápido Ø 4” e bocal de engate para encaixe da mangueira.

6. BOMBA DE HIDROJATEAMENTO:

Bomba Alternativa Tríplex, para operar nas seguintes condições:

  • Vazão de 263 litros / minuto 

  • Pressão máxima de 160 bar.

  • A alimentação da Bomba será dotada de válvula esfera e filtro “Y” Ø 2.1/2” com sistema de limpeza.

  • A descarga será equipada com válvula de segurança para abertura com 10% acima da pressão de trabalho,

  • Válvula reguladora de pressão que permite ajustes finos, manômetro e registros esfera com sistema de “by-pass” para o tanque, para descarga do excesso de pressão.

 

7. BOMBA DE VÁCUO:

  • Bomba de Vácuo de anel líquido com deslocamento de ar de 14,0 m3 / minuto,

  • Vácuo de 700mm.Hg (9,5m.c.a.) e pressão positiva de 0,5 a 1,5 Kgf/cm2;

  • Separador entre o mancal de rolamento e câmara de vácuo para evitar que vazamento de água contamine o óleo.

 

8. SISTEMA PNEUMÁTICO

Ligação da bomba de vácuo ao tanque reservatório com:

  • Válvula 4 vias com comando manual centralizado, para alternância de vácuo ou pressão;

  • Sifão depurador auto-limpante, que descarrega os dejetos no tanque, ao termino da operação;

  • válvulas de retenção para bloqueio duplo no início do circuito pneumático, que fecha quando o tanque reservatório atingir o nível cheio, protegendo o sistema não deixando ir dejetos para a bomba;

  • Manovacuômetro diâmetro 4.1/2", escala 760 mmhg/3Kgf/cm², com preenchimento de glicerina;

  • Interligação do sistema através de mangotes flexíveis de PVC de diâmetro de Ø3”.

 

9. SISTEMA DE ACIONAMENTO DAS BOMBAS DE ALTA PRESSÃO E VÁCUO

  • A bomba de alta pressão e a bomba de vácuo serão acionadas através de CAIXA DE TRANSFERÊNCIA (TOMADA DE FORÇA INTEGRAL) com 02 (duas) saídas, a ser instalada ao longo do eixo cardan do caminhão, entre a caixa de câmbio e o diferencial, com as seguintes características:

  • TURBOVAC

  •  Potência máxima de entrada 330 CV;

  • Potência máxima de saída 180 CV individual ou 300 CV na somatória das saídas;

  • Torque máximo de entrada Até 2000 Kgfm;

  • Rotação máxima de trabalho 4.100 rpm;

  • Rotação de trabalho normal 800 a 2500 rpm;

  • Os comandos de acionamento da bomba de alta pressão e bomba de vácuo serão instalados no interior da cabine do caminhão.

 

10.CARRETEL PRINCIPAL:

  • Tipo articulável para 120 metros de mangueira de Ø 1” de diâmetro, com acionamento hidráulico, duplo sentido de rotação, montado sobre a tampa traseira, com comando centralizado no carretel e rotação variável, acionamento hidráulico nos dois sentidos de rotação.

 

11. CARRETEL AUXILIAR:

  • Fixo na lateral traseira com 40 metros de mangueira Ø1/2” de diâmetro, para uso com pistola de hidrojateamento, limpeza e lavagem de bueiros e ralos.

 

12. PAINEL DE COMANDO DO CONJUNTO:

Painel de Comando / Controle instalado próximo ao Carretel Principal, possibilitando a operação por apenas 01 (um) operador e contendo os seguintes instrumentos:

  • Alavancas de controle do sistema hidráulico do carretel;

  • Manômetros com enchimento de glicerina para verificação da pressão do sistema de hidrojateamento;

  • Interruptor para os faróis auxiliares traseiros;

  • Interruptor para o sinalizador rotativo.

 

13. ACESSÓRIOS COMPLEMENTARES:

Para limpeza de rede de esgoto/águas pluviais:

  • 01 (uma) mangueira com 120 metros de alta pressão diâmetro Ø1”, para desobstrução, com as respectivas conexões;

  • 40 metros de mangueira alta pressão Ø1/2” de diâmetro, para o carretel auxiliar

  • 01 Pistola manual para hidrojateamento;

  • 01 (um) lance com 20 metros de mangote de sucção diâmetro Ø3”, com engate rápido para válvula de Ø4”;

  • 01 Bicos para desobstrução;

  • Morsa para troca de bicos, instalado na plataforma traseira.

  • Pára-choque traseiro conforme Resolução do CONTRAN;

  • Faixas refletivas conforme Resolução do CONTRAN;

  • Protetores laterais anti ciclistas, conforme Resolução do CONTRAN;

 

14. SISTEMA ELETRICO:

  • Meia luz nas laterais com olho de gato;

  • Lanternas três Marias na traseira parte superior do equipamento;

  • Farol dirigem na traseira do equipamento;

  • Toda a fiação embutida e protetores das lanternas traseira.

 

15. PINTURA:

  • Acabamento externo, feito através de tratamento da superfície da chapa, com aplicação de fundo anti ferrugem e acabamento em tinta PU;

  • Acabamento interno, feito através de tratamento da superfície da chapa e aplicação de alcatrão de HI. Em grossa camada de 220 micra;

 

16. SISTEMA HIDRÁULICO:

  • Basculamento do tanque,

  • Basculamento hidráulico de até 40º de inclinação, composto por 01 pistão telescópico de 02 estágios, montado na parte frontal do tanque.

  •  Abertura e fechamento da tampa traseira por 02 pistões hidráulicos de dupla ação.

  • Travamento da tampa traseira por pistões hidráulicos e pinças.

  •  Alavancas de comando hidráulico e reservatório de óleo com filtro na entrada e visor de nível.

  •  Conjunto de mangueiras especiais com conexões prensadas para alta pressão e temperatura.

 

17. DOCUMENTAÇÃO:

  • CTPP (Certificado de transporte de Produtos Perigosos), segundo portaria 16/2016 do Inmetro.

  • Certificações de chapas com rastreabilidade.

 

OBSERVAÇÃO:

  • Fabricação atendendo todas as normas e portarias vigentes na legislação.

  • Caso haja necessidade de parametrização será por conta do cliente.

  • Sinalizações de trânsito em conformidade com CONTRAN.

Copyright ©   J. CPACLE INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS RODOVIÁRIOS LTDA. Todos os direitos reservados.